MISSÃO – A Operação Celeiro Vazio

PROGRAMA DE APOIO EVANGELÍSTICO
Santa Cruz de la Sierra – Bolívia

NÓS NO CAMPO

Queridos irmãos, agradeço os e-mails, as mensagens e as orações de cada irmão que está conosco neste trabalho. É de encher o coração de gozo em saber que os vídeos que editamos, as fotos que postamos, nossos informativos, têm servido para vossa edificação. E este é nosso desejo: A vossa edificação! E aproveito para comunicar que nossas cartas e informativos são reenviados por vários e-mail, repassados por irmãos que nos auxiliam na divulgação com seus blogs, sites e até por e-mail, mas o e-mail que usamos para contato é PASTORPENIEL@HOTMAIL.COM
Agradeço a todos os irmãos que nos ajudam divulgando o nosso trabalho. O serviço missionário que desenvolvemos não é mantido por uma instituição ou igreja, mas pela cooperação voluntária dos que somam forças conosco. Então, a divulgação do trabalho realmente é muito importante para que outros conheçam e possam ter a oportunidade de participar. Deixo meu forte abraço aos que nos ajudam neste trabalho.
E você, meu querido irmão(ã), que acompanha nossos informativos, as mensagens, fotos e vídeos, com certeza existe amor pelas almas e por missões. Você é parte integrante, ativa neste trabalho missionário. Não podemos pensar nada menos que isso! Não existe sentido você trabalhar, receber o seu recurso e investir em missões sem ter o desejo de participar e ter o amor por missões. Aqui no campo missionário muitos começam e depois param. E fazem assim, em muitos casos, por uma motivação errônea, visão distorcida ou zero no amor pelas almas. Na retaguarda, entre os colaboradores e intercessores, também é assim. Mas a Obra não é minha, mas do SENHOR. E assim como ele nos colocou aqui e permanecemos fiéis ao Chamado, ELE também tem os fiéis para nossa retaguarda.
Sobre minha esposa Mina, graça a Deus que ela está muito bem. Mina está tendo uma gravidez tranquila e já caminha para o oitavo mês. Estamos na expectativa do nascimento para começo de novembro, se Deus quiser. Nossa preocupação tem estado em torno da situação hospitalar daqui de Bolívia. Aqui existem muitas clínicas, mas a qualidade é questionada. Então, perguntamos para um e outro para tirar uma conclusão. E além da situação de qualidade, também existe a questão da urgência. Aqui não existe assistência pública para nada. É totalmente zero! Se houver urgência e não tiver recurso….. olha, só Jesus!!
Muitas vezes eu vou ao Brasil e vejo o povo reclamando da saúde pública precária que todos nós sabemos que é. É precária, sim, mas existe. Você já parou para pensar em não existir nem o precário? Quando comento sobre isso no Brasil as pessoas falam qualquer coisa simplesmente porque não sabem o que estão falando.
Mas, nós estamos confiantes sabendo que o SENHOR tem suprido e continuará suprindo nossas necessidades.

SOBRE OS MATERIAIS PARA O EVANGELISMO

Meu pedido de oração é pela entrada dos materiais aqui em Bolívia. Em julho deste ano houve mudança nas leis de Bolívia dificultando as coisas para o nosso lado. Eu tenho conversado com vários irmãos e profissionais na área buscando informações. Acredito que quanto mais informado estiver menos erro cometeremos.
Mas rogo que você ore por nós. Sabemos que o inimigo não deseja ver o material em Bolívia e certamente vai tentar colocar trava. Mas eu conto com sua oração e acredito que em breve contaremos a vitória.

APOIANDO IGREJAS DO CAMPO

Nossa atividade neste período tem se concentrado nos trabalhos do campo. Não estamos podendo fazer as viagens durante a semana, mas aproveitamos os finais de semana para atender as pequenas cidades.
Temos ido com uma quantidade resumida de material para fazer o trabalho na feira campesina local, pois a falta de um veículo é um problema. E sempre fazemos o evangelismo orando por um contato, alguém que tenha o coração no evangelismo. Ao terminar o trabalho nós procuramos duas ou três igrejas de denominações diferentes. Explicamos o projeto e oferecemos o material gratuito para que eles mesmos façam o trabalho evangelístico em suas regiões. Acreditamos que fazendo assim haverá melhor resultado.
Abaixo deixo o link de um vídeo de um dos trabalhos realizado. Por favor, continue orando por nós.
VIDEO – Evangelismo realizado em San Julian – Bolívia ( se você tiver Facebook, por favor, compartilhe)

OPERAÇÃO CELEIRO VAZIO

Na presente data estamos recebendo várias toneladas anualmente de material para o evangelismo aqui em Bolívia. Mas nem sempre tivemos este privilégio. Chegamos a Santa Cruz de la Sierra em 2007 e iniciamos com muita dificuldade. Parte dos materiais chegavam por correio e todas às vezes eu tinha que pagar uma taxa por usar o correio, mesmo pagando o aluguel anual pela caixa postal. Outra parte eram enviadas por transportadoras até a fronteira, cidade de Corumbá, e tínhamos que fazer uma viagem de 16 horas de trem para buscar os materiais.
Outro problema era quando a mercadoria enviada por correio era avaliada pelo remetente. Em certa ocasião, por três caixas contendo literatura para o evangelismo cheguei pagar U$150 dólares para retirar. O funcionário do correio me disse que se eu não pagasse o imposto o material voltava para La Paz e seria aberta as caixas e se não tivesse valor para comércio seria incinerado. Eu estava com pouco dinheiro, mas quando olhei para aquele material não vi papel e tinta, mas as ofertas dos servos do Senhor os quais entregaram para que aquele material chegasse à Bolívia e agora estava a ponto de serem queimadas. Eu paguei os U$150 dólares para retirar aquele material e graça a Deus não nos faltou nada durante aquele mês. E quando saíamos para fazer a distribuição nas ruas você não imagina a alegria! A Palavra de Deus chegava ao povo e o esforço conjunto de todos os servos do Senhor era cumprido. Glória a Deus!!
Em certa ocasião estávamos em plena atividade. Em nossa Base de Apoio em Santa Cruz de la Sierra tínhamos a companhia do meu cunhado, o pastor Ebenézer e minha irmã Rebeca. O trabalho era constante e literalmente nas feiras e mercados estávamos derramando a Palavra ao povo da cidade de Santa Cruz de la Sierra. Mas nosso material acabou e sentimos que nossa missão não havia acabado. Pensamos em comprar na Sociedade Bíblica Boliviana os folhetos, mas não tínhamos dinheiro suficiente. Sentávamos na varanda da casa pela manhã tomando nosso chimarrão, meditando na Palavra de Deus e buscávamos uma solução. Então Ebenézer me disse que em seu depósito no Paraguai havia material, mas como trazer para Bolívia aquele material se não tínhamos dinheiro? Fizemos as contas e observamos que podíamos comprar as passagens até a fronteira com Brasil e deixar 150 Pesos Bolivianos ( na época seria uns R$37,50 Real) para Mina e Rebeca que ficariam na Base de Apoio em Santa Cruz de la Sierra.
O carro do Ebenézer estava na região de fronteira, mas e o dinheiro para a gasolina? Então, Ebenézer nos disse que havia gasolina no carro para chegar até a cidade de Campo Grande, pois deveríamos ir a Campo Grande primeiro agir assuntos pessoais. Com certeza a gasolina não era suficiente para ir ao Paraguai e voltar a Bolívia.
Eu fiquei pensando no que daria tudo aquilo. Mina e Rebeca ficaram com menos de R$40 reais para comer e nós viajávamos sem dinheiro para buscar material no Paraguai e trazer à Bolívia. E para completar, estávamos indo a Campo Grande saindo completamente da nossa rota, aumentando a distancia e os gastos.
Chegamos à cidade de Corumbá e não havíamos falado para ninguém sobre o que fazíamos e em que situação estava. Mas por onde passávamos recebíamos ofertas dos nossos conhecidos, familiares e dos irmãos que encontrávamos. Fomos à casa do meu tio e nos ajudaram com R$30,00 reais. Eu não tinha nada no bolso e agora tinha R$30,00. Saímos de Corumbá em direção a Campo Grande e em toda casa que entrávamos o povo dizia: “O que estão fazendo aqui? Eu pensava que vocês estavam na Bolívia.” Em seguida colocavam a mão no bolso e nos ofertavam. Nós não pedíamos ofertas, mas deliberadamente ofertavam.
Saindo de Campo Grande fomos em direção ao Paraguai. Eu ainda estava anestesiado com toda aquela situação. Nós estávamos vendo a mão do Senhor ao nosso favor e sentíamos o amor que o SENHOR Jesus tem pelo serviço que estávamos fazendo.
E as bênçãos não pararam em Campo Grande. Passando por Dourados fomos visitar rapidamente um pastor. Durante a viagem ligamos para o pastor dizendo que chegaríamos em sua casa às 23:00 horas e que passaríamos apenas para pegar um pouco de água quente para o chimarrão. Entramos na casa do pastor pensando fazer uma parada rápida, mas na churrasqueira havia muita carne assada. Fomos recebidos com um belo churrasco. Em toda viagem nós comíamos pão e tomávamos chimarrão e realmente não esperávamos aquele churrasco. Depois do jantar o pastor Clebes Jaques da Assembleia de Deus – Missões Dourados nos levou ao posto e completou nossa gasolina.
Chegamos a Pedro Juan Caballero de madrugada. Levantamos bem cedo para colocar os materiais no Gol, mas o que aconteceu em Campo Grande repetia-se em Pedro Juan Caballero. Os irmãos vinham e nos ofertavam. Chegamos na casa de um irmão o qual veio com um cofrinho cheio de moedas. Abriu o cofre e nos ofertou as moedas. Pedimos para um jovem trocar as moedas por bilhetes enquanto seguíamos colocando os materiais no carro. Meu irmão Tiago Edson veio nos ver e estava surpreso, pois acreditava que estávamos na Bolívia. Então disse: Espera aqui que eu vou ao banco tirar um dinheiro para ajudar vocês.
Em cada trabalho realizado nós dávamos um nome para a operação. Aquela operação chamamos de “Operação Celeiro Vazio”, pois levamos tudo que havia de material impresso do depósito do pastor Ebenézer no Paraguai para Bolívia. O Gol ficou lotado e o único espaço que restou era o acento do motorista e o acento do carona. Os materiais estavam na porta, nos nossos pés e até o teto do carro havia caixas e pacotes com os materiais para o evangelismo.
Quando voltamos à Bolívia tínhamos abundância de material para terminar o trabalho, assim como abundância no recurso financeiro. Não era muito, mas certamente mais do que tínhamos quando saímos.
FOTO – Eu e o pastor Ebenézer com os materiais no Paraguai ( outras fotos CLIQUE)
Quero terminar dizendo algo que o Espírito Santo repete uma e outra vez ao meu coração: Deus ama este trabalho! A “Operação Celeiro Vazio” foi em 2009 e só naquele trabalho milhares de vidas foram alcançados com o Evangelho de Salvação. As portas foram abertas para a vinda de mais materiais para a Bolívia, de dezembro de 2009 a dezembro de 2013 trouxemos (aprox.) 20 toneladas de material impresso os quais já estão nas mãos do povo boliviano. No ano de 2013 nós recebemos 5 toneladas de material impresso para o evangelismo e neste ano de 2014 queremos fechar com mais 6 toneladas de material trazidos dos Estados Unidos e 12 toneladas de material da Irlanda do Norte.
Você pode pensar: Para que tanto? Amado irmão, a Palavra deve chegar ao povo. Jesus morreu na cruz do Calvário e ELE é o único Caminho para Deus. A Palavra de Salvação deve chegar ao povo e esta é minha e sua responsabilidade. Deus não vai fazer isso por mim e por você. Ou você se levanta e faz, ou ELE manda outro, pois Deus não vai esperar por você. A Obra determinada por Deus será cumprida!
E não estamos pensando apenas em Bolívia. O Programa de Apoio Evangelístico está dando seus primeiros passos no Paraguai, Peru e Equador, mesmo que são muitas as barreiras, mas já temos gente nesses países lutando pelo desenvolvimento do trabalho. Em outra carta estarei escrevendo sobre os grandes problemas que temos passado com mercenários que usados por satanás impedem que os materiais cheguem nas mãos dos evangelistas no Peru e no Equador. Mas não somos dos que desistem e mesmo que o inimigo se levante, nós vamos prosseguir. Evangelistas nos escrevem do Chile rogando por material para o evangelismo e constantemente nós estamos orando a Deus por uma porta para o Chile, pois ainda não temos ninguém que receba os materiais e desenvolva o projeto naquela nação.
Temos orado pela Europa e Leste Europeu e alguns pastores já têm recebido material, mas nós queremos mais que enviar alguns materiais para algumas poucas igrejas; queremos ver o desenvolvimento do projeto: Uma Base de Apoio na Europa e Leste Europeu recebendo material em abundância, apoiando grupos de evangelismo das igrejas locais, evangelistas nacionais e missionários os quais possam receber gratuitamente os materiais impulsionando, assim, o evangelismo na região.
Convido você a somar forças conosco. Não podemos fazer sozinhos, mas juntando forças poderemos ir mais longe. Convido você a fazer parte desse grande plantio, pois certamente a colheita virá.
Mais uma vez agradeço aos colaboradores e intercessores deste trabalho. Cada suor derramado no Campo Missionário também é o seu.

Que o Senhor Jesus vos abençoe poderosamente
Pastor Peniel Nogueira Dourado

AJUDE-NOS A LEVAR ADIANTE A PALAVRA

Banco do Brasil
Agencia 0078-7
Conta Corrente 26863-1

Bradesco
Agencia 173-2
Conta Corrente 40278-8

Outras formas de contribuir – clique aqui

 

OUTROS VÍDEOS DO TRABALHO MISSIONÁRIO
CLIQUE AQUI – Vídeos informativos
CLIQUE AQUI – Vídeos meditações
CLIQUE AQUI – Vídeos testemunhos

Vídeo – Evangelismo em San Julian